Absolut reúne 70 artistas para contar a história da humanidade no ano de 2140

Chega ao mercado um novo projeto literário brasileiro que reúne uma ficção futurista, conteúdo artístico e tendências sociais. ABSOLUT 2140 é uma antologia ilustrada que traz, em quatro livros repletos de referências culturais e visuais, a experiência compartilhada pela população humana, no ano 2140 refletindo o impacto da tecnologia, internet e mídias sociais.

A narrativa da série aborda, através da ficção, temas como possíveis impactos que o abuso digital dos dias atuais pode causar na sociedade futura, como por exemplo, a perda de memória recente. ABSOLUT 2140 retrata uma era onde as redes sociais se transformaram em uma “entidade” que controla seus usuários, instituições e governos, comunicação, trabalho e educação. Neste mundo, hábitos passados foram abandonados, recursos naturais são raros e super valorizados.

Vinte escritores contemporâneos brasileiros foram convidados a idealizar o comportamento humano na época em que uma rede social transformou-se em uma entidade a serviço de todos os conectados. A chamada a COM, comandada por seus milhões de usuários, passou a controlar instituições e governos, gerenciando tudo em nível global, incluindo comunicação, trabalho, educação, recursos naturais e controle de enfermidades. Porém, no sétimo dia do sétimo mês de 2140, um vírus letal identificado como “Kinsey” atingiu a COM. Para proteger os usuários, a rede deixou uma última mensagem e se autodesligou. Sem recursos, a população começa a sofrer uma série danos colaterais. O maior deles está relacionado ao arquivamento de dados: noventa por cento da população sofre perda de memória recente. A preocupação dos demais que conseguem lembrar é tentar ocultar essa capacidade.

 

20 artistas brasileiros e 50 gringos

Pim Leenem
Pim Leenen | http://www.pimleenen.nl/

O pool de escritores foi selecionado por Joca Reiners Terron, poeta e prosador brasileiro, responsável pela edição da série. Em sua lista, estão nomes como Santiago Nazarian, Emiliano Urbim e Ana Paula Maia, que representam a nova geração de talentos da literatura brasileira.

Todo o conteúdo artístico que permeia a narrativa foi editado por David Quiles Guilló, fundador da ROJO®. As obras, assinadas por mais de 50 artistas globalmente reconhecidos, representam as principais referências da atual vanguarda cultural nas artes, design, música, arquitetura e audiovisual. Talentos como o americano Momo, o italiano Nicola Verlato e o suíço Zimoun, fazem parte da seleção do primeiro volume.“ABSOLUT 2140 é uma série com quatro livros gerada pelo conceito de ‘história em estéreo’: existe uma narrativa para ler e um contexto paralelo ilustrado pelas obras de arte. Esses dois mundos se costuram e se completam”, comenta David.

O projeto é uma iniciativa da ABSOLUT VODKA, que escolheu o Brasil para criar e lançar sua primeira obra no ramo literário. “O país está vivendo um momento muito interessante no que diz respeito à arte e cultura. Tem se tornado um mercado cada vez mais maduro para receber este tipo de produto”, explica Rafael Souza, gerente do grupo de bebidas Premium da Pernod Ricard Brasil.

A série com quatro livros inéditos terá distribuição gratuita em São Paulo e Rio de Janeiro, e poderá ser encontrado em galerias de arte, lojas conceito, faculdades de artes, centros culturais, bares e restaurantes. Como por exemplo, Carte011, Japonique, Escola São Paulo. E no Rio de Janeiro, Dona Coisa e Zaza Bistrô. O primeiro volume está disponível desde de 14 de Maio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Juliana Mendes

    Que livrão lindo.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: