Engov: mitos e verdades sobre a cura da ressaca

Conheço várias pessoas que são adeptas quase religiosas do ritual de antes e depois. Há quem diga que ele garante o bem-estar bebendo-se o quanto quiser. Será mesmo? Para entender um pouco mais sobre os efeitos e impactos do álcool x Engov, fiz uma pesquisa para entender melhor como cada um funciona no organismo. A partir de agora o Mundo Copo mostra a você a anatomia de uma ressaca e tudo que podemos fazer para nem tomar conhecimento dela!

* Se você deseja beber sem ressaca, beba melhor. Quer saber como? Faça agora mesmo o download GRATUITO do novo e-book de Junior WM clicando aqui

E aí, a carapuça serviu?

O que é álcool?

Substância orgânica(lembra das cadeias de carbono na escola?), obtida através da fermentação e posterior destilação de carboidratos, hidratação do etileno ou redução do acetaldeído. Também conhecido por etanol, o álcool etílico se apresenta de duas formas:

  • Anidro: caracterizado por pelo teor alcoólico máximo  de 99,3° (INPM), sendo composto apenas de etanol ou álcool etílico. É utilizado como combustível para veículos e matéria prima na indústria de tintas, solventes e vernizes.
  • Hidratado: é a mistura  de álcool e água com teor alcoólico mínimo de 92,6° (INPM), composto por álcool etílico ou etanol. Usado na indústria farmacêutica, como combustível para veículos e produtos para limpeza.  And the last but not least, é ele que encontramos nas bebidas alcoólicas.
É impossível obter-se etanol puro através do processo de destilação. Isso confere as particularidades de aroma e sabor de cada bebida alcoólica. Em outras palavras, são as impurezas do processo de obtenção do álcool etílico que ajudam a criar a identidade de cada bebida.

Praia da Ressaca, Irlanda

Impactos no organismo
O etanol por si só é uma substância tóxica. Ele age como depressor do sistema nervoso central. Por isso ficamos mais relaxados, com reflexos lentos, fala arrastada, sem muito senso de julgamento. Bêbados. Seu uso excessivo a longo prazo pode causar mal funcionamento dos rins, pâncreas e, pasmem, sistema reprodutor. Se você um dos motivos pra você se achar o ganharão é o fato de beber bem e pegar a mulherada, saiba que esse também pode ser o motivo de sua infelicidade no futuro.

O álcool tem proriedades diuréticas, o que nos leva a urinar mais vezes consequentemente deixando o corpo desidratado. Nesse processo, também perdemos sais minerais importantes para a estrutura muscular, por isso as dores no corpo. A sede “desértica” no dia seguinte também deve-se à desidratação. Devida sua ação depressiva no sistema nervoso central, diminui o fluxo sanguíneo sobretudo no cérebro. Para compensar essa diminuição os vasos se dilatam e surge a dor de cabeça.

Por último os impactos mais significativos: enjôo e diarréia. Provocados pela irritação da mucosa estomacal, produção excessiva de sucos gástricos e secreções intestinais, culminam com vômito em casos mais extremos de bebedeira. E se tudo isso ainda não lhe for suficiente, tem o condicionamento do fígado em não ter medida para produzir as enzimas que metabolizam o álcool. O resultado disso é que o corpo entende que mais álcool deve ser ingerido, ocasionando uma crise de abstinência. Por isso que diz-se que a melhor forma de curar a ressaca é continuar bebendo. Nesse aspecto sim, mas todos os outros sintomas seriam ainda mais agravados.

Você realmente sabe por que toma isso?

Drive-thru médico
Não tem milagre algum na fórmula do Engov. É um composto anti-histamínico(maleato de pirilamina) para diminuir enjôos, analgésico(ácido acetilsalicílico) para aliviar dores, anti-ácido(hidróxido de alumínio) para  acalmar a irritação da mucosa estomacal e cafeína para estimular o sistema nervoso central e acabar com o “corpo mole”. Tomar um comprimido antes de beber concentrará essas substâncias no organismo o que, em teoria, fortalece-o para a intoxicação que vem a seguir. Ingerir medicação sem realmente precisar dela é uma escolha que compete a cada um.

Como é possível perceber, os componentes do Engov apenas ajudam a aliviar os sintomas mais críticos e dolorosos. Ele não atua na cadeia de reações que o álcool provoca, só atenua suas consequências. Seria o mesmo que tomar uma Aspirina, um Sonrisal, uma xícara de café e um Dramin, porém vem tudo em dose única no comprimido. Prático, mas nada de milagre.

 

Foi assim que Napoleão perdeu a guerra, amigo!

Receita Mundo Copo para driblar a ressaca
A única forma de não ter ressaca é não ingerir álcool. Partindo desse princípio o máximo que pode ser feito é aliviar (e muito) os sintomas.  Preparar seu organismo de forma natural para ser intoxicado é uma saída para quem não gosta de ficar se entupindo de remédios.  Por  trabalhar com bebidas preciso conhecer muito bem os impactos que ela causa para adminstrá-la com responsabilidade prezando sempre pelo bem-estar de quem bebe comigo ou é servido por mim. Portanto, aqui vai a lista das práticas que adotei há anos atrás para garantir um sorriso e disposição no dia seguinte à beber:

  • Água: sua maior aliada para aliviar os sintomas da desidratação causada pelo álcool. Quando você estiver bebendo álcool, intercale com boas doses de água. Isso diminuirá a irritação do estômago e o enjôo, além de garantir uma diarréia menos intensa. Ela também aumenta a quantidade de urina e facilita a eliminação das toxinas do fígado, o que diminui a concentração de álcool no organismo. Algumas pessoas dizem que se beberem água junto não ficam bêbadas. Essa é a ideia, ou que pelo menos demore mais pra se chegar nesse estágio.
  • Alimentos leves: o excesso de álcool promove a queda de açúcar no sangue. Por isso que em alguns casos graves é administrada a glicose, principal componente do açúcar. Frutas, cereais integrais e verduras ajudam a manter a taxa glicêmica.  20% do álcool ingerido é absorvido pelo estômago, se ele estiver cheio de alimentos a absorção será mais lenta.  O problema é quando chega no intestino delgado, responsável pela absorção rápida e completa dos outros 80%, independente da presença de alimentos. Evite os alimentos gordurosos, pois a gordura é metabilizada no fígado. E você não quer sobrecarregá-lo, quer?
  • Café: intercalar pequenas doses de café enquanto se bebe é uma forma de manter o corpo alerta. Como é um vasodilatador, o café ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo no cérebro garantindo menos dor de cabeça.
  • Limite: aprender a conhecer o limite de sua tolerância ao álcool ajuda muito a evitar ressaca. Se você estiver dirigindo, nem deve chegar perto de um copo de bebida alcoólica. Caso não esteja, saber a hora de parar torna você uma pessoa mais consciente e saudável. E por que não dizer agradável?

Dia seguinte à uma bebedeira consciente

A combinação desses três simples fatores vêm há mais de 15 anos garantindo uma boa e saudável noite de sono e um tranquilo dia seguinte cada vez que bebo. Além deles, a forma como encaro a bebida também ajuda bastante. Não bebo pra ficar bêbado, mas sim para apreciar todo processo pelo qual ela passou até chegar em meu copo. Você pode ver 50 quadros diferentes de Monet numa mesma exposição e certamente não gostaria de ver o mesmo quadro se repetindo 50 vezes. Com a bebida é a mesma coisa. Ou pelo menos deveria ser.
Se você também é adepto do consumo consciente de álcool e tem mais alguma dica natural de como preparar o corpo para seus efeitos compartilhe conosco. Tenha certeza de que muitos dos leitores do Mundo Copo também querem saber mais formas de diminuir as dores da ressaca!
promo_5_blog

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...