Johnnie Walker Explorers’ Club Collection: a cada gole um carimbo no passaporte

Já pensou em experimentar os sabores mais exóticos do mundo e ainda fazer uma incrível viagem no tempo?  Gostaria de sentir-se como os desbravadores do Novo Mundo e explorar as rotas européias pela Ásia, Américas e Caribe ou ainda a Pérsia?

Você pode! Mas precisa provar que é um viajante aficcionado, pois seu portal mágico para esse mundo encontra-se no duty free.

Trata-se da nova coleção Johnnie Walker Explorers’ Club Collection. Uma linha de três blends exclusivamente feita para viajantes. Inspirada nos sabores encontrados pelos exploradores ingleses, a série traz combinações sensoriais sem a preocupação com tempo de envelhecimento, mas sim com a intensidade de sabor e aromas.

Em 1820, a família Walker criou um clube de viajantes em seu escritório em Londres, funcionando como uma central de troca de informações entre seus membros . A cada reunião do clube, tudo era minuciosamente registrado para que deixasse de ser apenas relatos e se tornasse conhecimento. Anos depois o master blender da marca, Jim Beveridge, debruçou-se sobre esses relatos procurando a inspiração para desenvolver uma série de produtos que representasse a essência exploradora de Johnnie Walker. Whisky contando uma importante parte da história da humanidade, não é simplesmente demais?

O primeiro lançamento, The Spice Road, evoca a vibração, aromas e especiarias que os agentes de Johnnie Walker teriam descoberto nos mercados prósperos da Ásia. É um whisky muito suave, aveludado e com sabor rico, amadurecido em barris de carvalho para um acabamento intenso inspirado na experiência de passear por mercados de especiarias, mas ainda fiel ao estilo da assinatura Johnnie Walker.

“Nós selecionamos whiskies especialmente para criar uma mistura ousada de complexidade intrigante inspirados pela riqueza desta parte do mundo: há uma picância no nariz, equilibrado por frutas cítricas frescas. Os sabores suaves ricos de mel no palato, aquecidos pela doçura do cravo, gengibre e baunilha, dão lugar a um acabamento levemente defumado, nota de assinatura de Johnnie Walker “, comentou o master blender Jim Beveridge.

Outros dois blends serão lançados no Brasil no segundo semestre: The Golden Route, inspirado nos sabores e aromas das americas e caribe e The Royal Route, que traduz as sensações das viagens comerciais entre a Pérsia e a europa com suas sedas e perfumes.

Perfis sensoriais:

The Spice Road (Preço sugerido: US$ 43,00 – já disponível no duty free)

Cor: Âmbar
Aroma: Os sabores iniciais de citrícos-apimentado, herbal; equilibrado pelo frescor de frutas frescas e citricas( maçã, kiwi e limão).
Paladar: Leve e suave no paladar. Rico com toques de mel, baunilha adocicada, especiarias (cravo e gengibre). É amadeirado seguido de uma leve nota defumada, típica dos whiskies da família Johnnie Walker.
Sugestões de consumo: Com um pouquinho de água para liberar as notas sutis de defumado em um copo baixo de whisky. Pode ser também combinado com um mixer, como por exemplo, ginger ale ou club soda.

 

 

 

 

 

The Gold Route (Preço sugerido: US$ 95,00 – lançamento no segundo semestre)

Cor: Dourado
Aroma: Frutas exóticas (banana madura, manga, Pitaya), baunilha doce, especiarias e um toque de defumado.
Paladar: Um blend com um final suave e luxuoso. Contem sabores  típicos de frutas exóticas da America Latina, como abacaxi, coco, goiaba e maracujá, harmonizados com sabores de groselha e uva passas, com um defumado audacioso e diferenciado.
Sugestões de consumo: Puro em um copo de whisky baixo .

 

 

 

 

 

 

 

 

The Royal Route (Preço sugerido: US$ 159,00 – lançamento no segundo semestre)

Cor: Dourado intenso
Aroma: Uma variedade de sabores ricos, com frutas em compotas (maçã e pera), frutas secas ( figos e pêssego), malte, notas suaves e adocicadas de madeira e um defumado sutil.
Paladar: Intenso, rico e complexo, com frutas, toffee. É amadeirado, harmoniosamente equilibrado com um toque de defumado aromático.
Sugestões de consumo: Puro, acompanhado de um copo de água bem gelada ao lado.

 

 

 

 

 

 

Fui ao evento de lançamento da versão The Spice Road no Brasil e posso dizer que fiquei realmente supreso. É completamente diferente de qualquer outro Johnnie Walker que já havia experimentado e mesmo assim os traços mais particulares da marca, aftertaste defumado e textura aveludada, estão ali muito presentes.

Dia 28 de abril vou para o Tales of Cocktail em Buenos Aires e certamente passarei no duty free para garantir um The Spice Road na volta.

Ficou curioso para experimentar? Conte aqui nos comentários o que você achou dessa iniciativa!  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Hugo Kem

    Estou com um The Gold Route e realmente o sabor é diferenciado, muito gostoso.
    Ótimo custo benefício.

  • Pingback: URL()

  • newton marques

    qual é o período de maturação do whisky The Spice Road? É 12 anos?

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: