Os melhores de 2013: veja quem foram os ganhadores do Spirited Awards, o prêmio do Tales of the Cocktail

Ms. Ann Tuermann, co-fundadora do Tales Of The Cocktail, durante a premiação do Spirited Awards, temática de “The Great Gatsby” | Crédito: nola.com

Considerado o prêmio mais baladado do ano, o Spirited Awards premia os melhores do mercado mundial de bebidas, predominantemente americano, em 16 categorias durante o Tales Of The Cocktail. A cerimônia de premiação esse ano aconteceu no Hyatt Regence New Orleans Hotel, no sábado 20 e tinha como temática a estética vintagista de “The Great Gatsby”. Os destaques de mercado desse ano ficaram por conta de Jacob Briars (melhor brand ambassador internacional) e Julie Reiner (melhor bar mentor), além da performance de bares americanos na premiação ter se potencializado frente à biscoitagem inglesa na edição passada. Já no campo editorial todas as previsões se confirmaram: Tony Conigliaro com o melhor lançamento de livro de cocktails (Drinks) e DiffordsGuide.com, como melhor publicação não-livro de cocktails.

 

Confira as categorias e os vencedores

Bartender Americano do Ano: Charles Joly, The Aviary, Chicago
Melhor Brand Ambassador Americano: Todd Richman, Sidney Frank Portfolio
Melhor  Cocktail Bar Americano: Clover Club, Brooklyn, N.Y.
Melhor Bar Mentor: Julie Reiner, Brooklyn, N.Y.
Melhor Publicação Não-livro de Cocktails: DiffordsGuide.com
Melhor Brand Ambassador Internacional: Jacob Briars, Bacardi Global Brands
Melhor Livro de Cocktails (lançamento): Drinks by Tony Conigliaro
Melhor High Volume Cocktail Bar: Clover Club, Brooklyn, N.Y
Melhor produto lançamento: Fords Gin
Prêmio Especial “Helen David Lifetime Achievement”: Salvatore Calabrese
Melhor Bar de Restaurante: Saxon + Parole Restaurant, New York
Bartender Internacional do Ano:  Jack McGarry, The Dead Rabbit, New York
Melhor Bar de Cocktails do Mundo: Drink, Boston, Mass.
Melhor Autor sobre Cocktails: Gary Regan
Melhor Cocktail Menu do Mundo: The Dead Rabbit, New York
Melhor Seleção de Bebidas do Mundo: Canon: Whiskey and Bitters Emporium, Seattle, Wash.
Melhor Hotel Bar do Mundo: The NoMad Hotel, New York
Melhor Novo Cocktail Bar do Mundo: The Dead Rabbit, New York

Saldo final

Os únicos nomes da lista de não-residentes nos EUA esse ano foram Tony Conigliaro e Salvatore Calabrese. Pra mim isso demonstra duas coisas: há um caminho muito grande para a cultura de cocktails crescer e se consolidar internacionalmente além do hemisfério norte e, por isso, há uma necessidade latente de associação de blocos regionais para fortalecê-la regionalmente. O fato do Tales Of The Cocktail ter produzido uma edição pop-up na Argentina foi muito válido, mas também demonstra o quanto há de espaço e demanda por esse tipo de evento, de forma que alternativas poderiam ser produzidas localmente.

Quais os motivos que vocês acham que fazem com que esse tipo de evento não seja produzido por empreendedores locais em países como Brasil e Argentina? Falta de iniciativa local? Falta de apoio de marcas e mída? Dê sua opinião aqui nos comentários!
Crédito das imagens: nola.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: